Páginas

24.10.10

vento&brisa

A forma como sopra é delicada, faz as folhas fazem movimentos ligeiros para a esquerda e para a direita como se estivessem a dançar uma valsa bem lenta mas emotiva. Os meus cabelos seguem os mesmos movimentos mas a música não é a mesma e por isso o ritmo muda. Consigo ouvir o doce assobio que surge ao longe como se de alguém se tratasse, mas é o vento, a dar de si e a lembrar a tudo e todos que existe e que ele próprio é uma maravilha da natureza. Adoro as pequenas brisas que correm pelo meu quarto quente pela manhã, que me toca ao de leve e me acorda. Adoro a sensação explicita na pele depois desta correr quando ninguém esta à sua espera.
É inesperado, calmante, misterioso..
 é vento, é brisa.

6 comentários:

  1. não posso , nem quero desistir deste amor *
    ele é demasiado importante para mim .

    ResponderEliminar
  2. Ainda bem que gostaste :D

    ResponderEliminar
  3. muito obrigada :)*
    adorei <3

    ResponderEliminar
  4. É verdade! :)
    O teu blog está super giro. Diferente <3

    ResponderEliminar

deita cá para fora :))